terça-feira, fevereiro 19#SoumaisoPolêmico

10 pessoas da mesma família são sequestradas no Prado e resgate é pago: Polícia investiga o caso

Prado: Após muitos burburinhos e notícias desencontradas nas redes sociais sobre um sequestro ocorrido na cidade do Prado, litoral da Bahia, nossa equipe de reportagem vem buscando informações junto à Polícia Civil e Militar. O sequestro vem sendo mantido em segredo de Justiça pela Polícia para não atrapalhar as investigações. Mas, sabe-se que 10 pessoas da mesma família foram sequestradas no domingo (06).

O que nossa equipe de reportagem conseguiu levantar foi que um grupo de sequestradores, a polícia acredita que 06 criminosos, invadiu a residência de um empresário de uma casa de show da cidade de Itamaraju e rendeu ele e outras 09 pessoas da família, sendo ao todo 05 adultos e 05 menores. O empresário é filho de um vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Itamaraju, e também atua no ramo de jogo do bicho na região.

A residência invadida fica situada em uma área nobre no município de Prado e a família foi rendida por indivíduos armados, que tocaram terror na família e liberaram o empresário e outras duas pessoas, restando 07 familiares em poder dos bandidos. Segundo  apurou nossa equipe de reportagem, o empresário, que é filho do ex-presidente da Câmara de Itamaraju, foi liberado para providenciar o valor do resgate, que segundo informações, seria de R$ 300.000,00.

Policiais militares da região e equipes formadas por delegados da 8ª COORPIN, o delegado titular do Prado e investigadores, se mobilizaram e deram início às investigações. O que foi apurado com os delegados, é que após negociações, a família pagou o resgate e as outras 07 pessoas que estavam em poder dos sequestradores foram liberadas e passam bem. A liberação dos familiares teria ocorrido por volta de meia noite desta segunda-feira, 07 de janeiro.

Policiais civis e militares da região continuam os trabalhos a fim de localizar e prender os criminosos, e recuperar o dinheiro e objetos que foram levados. Nomes dos familiares e detalhes da operação não foram divulgados pela polícia, que segue trabalhando no caso. A residência da família foi periciada, e a polícia segue mobilizada neste caso, que é incomum na região.

Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *