sexta-feira, novembro 16#SoumaisoPolêmico

COLUNAS

Dilvan Coelho CURTAS E PICANTES 92

COLUNAS, Dilvan Coelho
Caravana pela Bahia A Caravana de Rui Costa está percorrendo a Bahia, dando prioridade aos 27 territórios de identidade do estado. Ele quer formalizar o Programa de Governo Participativo ouvindo as demandas do povo em cada região. Segundo Rui Costa: "o governador não substitui o povo, ele representa o povo, por isso, tem que respeitar a vontade popular". O portal G1 publicou que o governador da Bahia foi quem mais cumpriu as propostas de campanha registradas em cartório. O maior erro de um governante é não cumprir promessas de campanha, portanto, Rui Costa tem credibilidade perante o eleitorado baiano de fazer o seu Plano de Governo e registrar em Cartório. A caravana em Teixeira O governador Rui Costa conseguiu o inusitado: Ele reuniu nesta sexta-feira (27), no Cenárium Eventos, em Tei
Sem Fronteiras 2

Sem Fronteiras 2

Kátia Armini
ONU DEFENDE O EX PRESIDENTE LULA De acordo com o BLOG do Magno (http://www.blogdomagno.com.br/) e para consternação de meu amigo polêmico e felicidade de meu amigo Ramiro Guedes, “o Comitê de Direitos Humanos da ONU decidiu, hoje, que o Estado brasileiro deve garantir ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) o exercício de todos os direitos políticos mesmo que na prisão, incluindo o acesso a membros do seu partido e à imprensa, e que não o impeça de concorrer nas eleições de 2018 até que todos os recursos judiciais pendentes sejam analisados”. ENTRE A RAZÃO E A EMOÇÃO A campanha pelo comando do governo da Bahia nas eleições 2018 teve ontem (16/08) sua largada formal. Nos bastidores da política se comenta que, o histórico baiano de polarização entre o PT e o DEM, deve se manter
Dilvan Coelho – Curtas e Picantes 106

Dilvan Coelho – Curtas e Picantes 106

COLUNAS, Dilvan Coelho
Bolsonaro o novo presidente A eleição do novo presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, reacendeu a chama da esperança na maioria do povo Brasileiro, mesmo naqueles que não compareceram às urnas para validar o seu nome. Bolsonaro não recebeu um cheque em branco, pois foi votado por apenas 39% dos eleitores que estavam habilitados, 32% votou em Fernando Haddad, 21% não compareceram as urnas e 8% votaram brancos e nulos. O resultado das urnas mostra que o novo presidente tem uma grande responsabilidade de conquistar a fatia que não votou nele. O Brasil já respira um clima de confiança, principalmente com as primeiras medidas tomadas, como a nomeação do Juiz Sergio Moro para o superministério, que vai combater a corrupção, o crime organizado, o tráfe
Intersecção – ABROLHOS – INDESCRITÍVEL E INCRÍVEL

Intersecção – ABROLHOS – INDESCRITÍVEL E INCRÍVEL

COLUNAS, Robério Sulz
Indescritível é o adjetivo mais usado e mais adequado para os que visitam o Arquipélago de Abrolhos no extremo sul da Bahia e, de lambuja, pasmam ante o fantástico espetáculo oferecido pelas baleias jubarte. Exatamente é isso aí. Com muito esforço, é possível descrever o que os olhos veem, os ouvidos ouvem, o frescor da brisa sentido na pele úmida e tudo mais que pode ser medido e registrado por fotografia, gravador de som, termômetro e instrumentos físicos diversos. Mas, difícil mesmo é descrever a sensação, a emoção que fica quando se retorna ao porto e se volta o olhar para o oceano deixado para trás. Dá uma vontade danada de pedir bis, de agradecer ao criador, de gritar: viva a natureza! O primeiro sentimento experimentado a bordo é a de nossa humana ínfima dimensão e participação na
Talmo Almeida – Polêmica é aqui!

Talmo Almeida – Polêmica é aqui!

COLUNAS, Marcos Lemos
Público é público, e vice-versa Eu fui o primeiro a avisar que o LACEN estava sem funcionar por causa de um transformador de energia, primeiro. Fui as redes sociais e denunciei, cadê? Ninguém quis se pronunciar e manifestar, agora, fui com base, com legitimidade, fui até a fonte. Ninguém quis ir comigo a COELBA. Tem muita gene que quer aparecer, para ser candidato, sem estrutura cultural, sem estrutura de conhecimento algum, apenas por que é "gente boa" por que bate o baba de fim de semana, por que é assistencialista,, por que toma umas cervejas no feriado. Quem tem que melhorar o cenário e o quadro político somos nós! Mas o voto continua sendo por questão animalesca de afinidade, e não por questão pensante de qualidade. Fica a dica! Tem um monte de gente, que faz assistencialismo intere
Prof. Dr. Valci Vieira: Educação em perspectiva

Prof. Dr. Valci Vieira: Educação em perspectiva

COLUNAS, Prof. Dr. Valci Vieira
AS PROVAS DO ENEM ESTÃO ÀS PORTAS: FIQUE DE OLHO!   Para você que vai fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, ou mesmo um filho, filha, parente, amigo etc., fique de olho nas principais mudanças que ocorreram. Além das mudanças, que serão informadas, logo abaixo, fique de olho, também, nos conteúdos que você ainda se sente inseguro. Vale à pena fazer uma revisão. Principalmente, é possível treinar bastante a redação. Não deixe de ficar sintonizado com os temas atuais: o que tem sido discutido no mundo político, econômico, social, as minorias, o respeito às diferenças etc.? Então, vamos às principais mudanças do ENEM 2017: As provas serão aplicadas em dois domingos: nos dias 5 e 12 de novembro de 2017 (antes, eram aplicadas no final de semana); No primeiro dom
Dilvan Coelho – Curtas e Picantes (25)

Dilvan Coelho – Curtas e Picantes (25)

COLUNAS, Dilvan Coelho
Isolamento no poder   O isolamento do poder é peculiar a toda liderança autocrática, até o presidente do País mais poderoso do mundo, Donald Trump, se sente isolado no poder. As principais razões do isolamento é a forma de governar e de agir do governante. Geralmente, são cercados dos maiores inimigos dos homens de poder – os bajuladores - que só dizem ao governante aquilo que ele gosta de ouvir e massageia o seu ego. "O príncipe sábio pergunta muito e ouve pacientemente. E ao perceber que alguém, por medo ou por qualquer motivo, não lhe fala a verdade, deve mostrar abertamente o seu desprazer".      Homenagem a Lomanto Jr.   O Senado Federal vai realizar sessão especial em homenagem aos 49 anos de vida pública do ex-governador da Bahia, Antônio Lomanto Júnior, a realizar-se na