sexta-feira, setembro 21#SoumaisoPolêmico

COLUNAS

Dilvan Coelho CURTAS E PICANTES 92

COLUNAS, Dilvan Coelho
Caravana pela Bahia A Caravana de Rui Costa está percorrendo a Bahia, dando prioridade aos 27 territórios de identidade do estado. Ele quer formalizar o Programa de Governo Participativo ouvindo as demandas do povo em cada região. Segundo Rui Costa: "o governador não substitui o povo, ele representa o povo, por isso, tem que respeitar a vontade popular". O portal G1 publicou que o governador da Bahia foi quem mais cumpriu as propostas de campanha registradas em cartório. O maior erro de um governante é não cumprir promessas de campanha, portanto, Rui Costa tem credibilidade perante o eleitorado baiano de fazer o seu Plano de Governo e registrar em Cartório. A caravana em Teixeira O governador Rui Costa conseguiu o inusitado: Ele reuniu nesta sexta-feira (27), no Cenárium Eventos, em Tei
Sem Fronteiras 2

Sem Fronteiras 2

Kátia Armini
ONU DEFENDE O EX PRESIDENTE LULA De acordo com o BLOG do Magno (http://www.blogdomagno.com.br/) e para consternação de meu amigo polêmico e felicidade de meu amigo Ramiro Guedes, “o Comitê de Direitos Humanos da ONU decidiu, hoje, que o Estado brasileiro deve garantir ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) o exercício de todos os direitos políticos mesmo que na prisão, incluindo o acesso a membros do seu partido e à imprensa, e que não o impeça de concorrer nas eleições de 2018 até que todos os recursos judiciais pendentes sejam analisados”. ENTRE A RAZÃO E A EMOÇÃO A campanha pelo comando do governo da Bahia nas eleições 2018 teve ontem (16/08) sua largada formal. Nos bastidores da política se comenta que, o histórico baiano de polarização entre o PT e o DEM, deve se manter
Dilvan Coelho – Curtas e Picantes 98

Dilvan Coelho – Curtas e Picantes 98

COLUNAS, Dilvan Coelho
Atentado a Bolsonaro No primeiro ato de campanha após o ataque ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), o deputado Eduardo Bolsonaro declarou que seu pai "não vai ser eleito por causa de uma facada, ele tomou a facada porque já estava eleito. Essa é a realidade, doa a quem doer". Não é a primeira vez que um atentado contra um político poderá mudar o curso da história do Brasil. Em 1930, na campanha de Getúlio Vargas para presidente do Brasil, um crime passional terminou sendo transformado em crime político, quando assassinaram João Pessoa, o candidato a vice na chapa de Getúlio. Por causa desse crime, Getúlio não se conformou com a derrota para Júlio Prestes e deu o golpe, assumindo o poder durante 15 anos.   Retirada do nome de Lul
Intersecção – FÁDUA

Intersecção – FÁDUA

COLUNAS, Robério Sulz
No início de Brasília, bailes no Clube Rabelo na Vila Planalto eram muito concorridos. O ambiente não comportava todos que gostariam de estar lá dentro. No sufoco, mesas para quatro acolhiam cinco ou mais pessoas. Pista de dança congestionada, principalmente quando, na penumbra, a orquestra de Raulino executava músicas celebrizadas por Ray Conniff, Românticos de Cuba, Billy Vaughn, Frank Pourcel, Henry Mancini, Glenn Miller, Percy Faith etc. Foi no baile “Uma noite no Havaí” do Clube Rabelo que Fádua estreou sua presença e participação na comunidade rabelense. Além da simpatia, da alegria e da graciosidade notadas e valorizadas por todos, quase nada mais se sabia sobre aquela novata e sua família. Fádua raramente negava convite para dançar. Curtia o ritmo suave dos passos agarradinha, co
Talmo Almeida – Polêmica é aqui!

Talmo Almeida – Polêmica é aqui!

COLUNAS, Marcos Lemos
Cadê o dinheiro? O Gato comeu! Lula conseguiu transformar a vida de milhões de brasileiros, transformou homens e mulheres em subservientes e subordinados ao Estado, deixando pessoas mais pobres, pois, quando se compra sem poder pagar, você cria uma nação de devedores. Tendo bens que pertencem a entidades financeiras, onde o bem pertencerá ao cliente após a última parcela paga. Lula conseguiu pegar um país se estabilizando pela moeda forte, e construir um império pessoal e partidário, enganando um povo pobre de cultura, caráter e pecúlio, usando um estofo populista e assistencialista, viciando o povo a ser ocioso e viver de migalhas, da mesma forma que um mendigo nas ruas. https://www.facebook.com/GalCostaOficial/videos/10153266321776555/ Nos enxertou de causas imorais e de infindáveis
Prof. Dr. Valci Vieira: Educação em perspectiva

Prof. Dr. Valci Vieira: Educação em perspectiva

COLUNAS, Prof. Dr. Valci Vieira
AS PROVAS DO ENEM ESTÃO ÀS PORTAS: FIQUE DE OLHO!   Para você que vai fazer as provas do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, ou mesmo um filho, filha, parente, amigo etc., fique de olho nas principais mudanças que ocorreram. Além das mudanças, que serão informadas, logo abaixo, fique de olho, também, nos conteúdos que você ainda se sente inseguro. Vale à pena fazer uma revisão. Principalmente, é possível treinar bastante a redação. Não deixe de ficar sintonizado com os temas atuais: o que tem sido discutido no mundo político, econômico, social, as minorias, o respeito às diferenças etc.? Então, vamos às principais mudanças do ENEM 2017: As provas serão aplicadas em dois domingos: nos dias 5 e 12 de novembro de 2017 (antes, eram aplicadas no final de semana); No primeiro dom
Dilvan Coelho – Curtas e Picantes (25)

Dilvan Coelho – Curtas e Picantes (25)

COLUNAS, Dilvan Coelho
Isolamento no poder   O isolamento do poder é peculiar a toda liderança autocrática, até o presidente do País mais poderoso do mundo, Donald Trump, se sente isolado no poder. As principais razões do isolamento é a forma de governar e de agir do governante. Geralmente, são cercados dos maiores inimigos dos homens de poder – os bajuladores - que só dizem ao governante aquilo que ele gosta de ouvir e massageia o seu ego. "O príncipe sábio pergunta muito e ouve pacientemente. E ao perceber que alguém, por medo ou por qualquer motivo, não lhe fala a verdade, deve mostrar abertamente o seu desprazer".      Homenagem a Lomanto Jr.   O Senado Federal vai realizar sessão especial em homenagem aos 49 anos de vida pública do ex-governador da Bahia, Antônio Lomanto Júnior, a realizar-se na