terça-feira, fevereiro 19#SoumaisoPolêmico

Economia

Mercado passa a prever inflação abaixo de 4% e juro básico estável em 2019

Mercado passa a prever inflação abaixo de 4% e juro básico estável em 2019

Economia, Manchete
Previsão para o IPCA de 2019 passou de 4% para 3,94%. Analistas dos bancos estimam que não haverá aumento dos juros básicos da economia neste ano. Os economistas do mercado financeiro passaram a prever inflação abaixo de 4% em 2019, ao mesmo tempo em que estimam que não haverá aumento dos juros básicos da economia no decorrer deste ano. Os juros básicos da economia são fixados pelo Banco Central (BC). As previsões constam no boletim de mercado, também conhecido como relatório "Focus", divulgado nesta segunda-feira (4) pelo BC. O relatório é resultado de levantamento feito na semana passada com mais de 100 instituições financeiras. Para 2019, os analistas das instituições financeiras diminuíram a expectativa de inflação de 4% para 3,94%. Essa foi
Caindo há 15 semanas, gasolina atinge menor preço desde 2017 no RS

Caindo há 15 semanas, gasolina atinge menor preço desde 2017 no RS

Economia, Manchete, Política
 Petrobras anunciou nova redução para este sábado Na última semana, um posto vendeu gasolina a R$ 3,99 em Porto AlegreGiane Guerra Agência RBS O preço da gasolina teve nova queda no Rio Grande do Sul. O litro está custando em média R$ 4,313 na bomba, contra R$ 4,343 da semana anterior, segundo a Agência Nacional do Petróleo. O preço mais baixo encontrado é R$ 3,77, novamente em Santa Rosa. Com mais esta redução, completam-se 15 semanas consecutivas de queda no valor. Além disso, o preço chega ao patamar mais baixo desde dezembro de 2017. O preço mais alto foi registrado em outubro de 2018, com o litro custando em média R$ 4,953. Na pesquisa anterior da ANP, o preço até tinha subido um pouco na distribuidora, que vende para os postos. Prov
Bovespa sobe nesta quinta e acumula alta de quase 11% em janeiro; Vale cai 2,36%

Bovespa sobe nesta quinta e acumula alta de quase 11% em janeiro; Vale cai 2,36%

Economia, Manchete, Política
Ibovespa avançou 0,41%, a 97.393. No melhor momento da sessão, índice superou os 98 mil pontos pela primeira vez. Sede da Bovespa, no Centro de São Paulo — Foto: Miguel Schincariol/AFP/Arquivo O principal indicador da bolsa brasileira, a B3, fechou em alta nesta quinta-feira (31), puxado pelo Bradesco e com o mercado acionário repercutindo a decisão do Federal Reserve (Fed, banco central dos Estados Unidos) de manter inalteradas as taxas de juros do país. O índice chegou a superar os 98 mil pontos pela primeira vez no melhor momento da sessão. O Ibovespa subiu 0,41%, a 97.393 pontos. Veja mais cotações. Na máxima, chegou a 98.405 pontos, recorde intradia. Na mínima, foi a 96.996 pontos. Em janeiro, a bolsa acumula alta de 10,82%
BNDES divulga lista com os 50 maiores clientes do banco

BNDES divulga lista com os 50 maiores clientes do banco

Economia, Manchete, Política
Banco criou página para organizar informações que já estavam disponíveis, mas de forma fragmentada e de difícil acesso. Ferramenta mostra operações com clientes nos últimos 15 anos. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou nesta sexta-feira (18) a lista dos seus 50 maiores clientes e todas as operações com eles realizadas nos últimos 15 anos. De acordo com o banco, os dados já estavam no site, mas as informações estavam fragmentadas em diversas páginas, separadas por linhas de financiamento, disponíveis de uma "maneira difícil para a maioria das pessoas". Agora os dados estão concentrados em um único link. Criado durante o governo de Getúlio Vargas, em 1952, o banco estatal tem como objetivo financiar o desenvolvimento da econ
Governo reajusta em 3,43% benefício de aposentados que ganham mais que o mínimo; valor máximo vai a R$ 5.839

Governo reajusta em 3,43% benefício de aposentados que ganham mais que o mínimo; valor máximo vai a R$ 5.839

Economia, Manchete, Política
Reajuste tem como base a variação do INPC no ano anterior, anunciado na sexta-feira (11) pelo IBGE, e também tem reflexo na tabela de contribuição trabalhadores domésticos. Portaria do Ministério da Economia publicada na edição desta quarta-feira (16) do "Diário Oficial da União" fixa em 3,43% o reajuste de aposentados e pensionistas que ganham mais que um salário mínimo. Com a oficialização do reajuste, o teto para quem se aposentou pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passa de R$ 5.645,80 para R$ 5.839,45. Pela legislação federal, o índice de reajuste do benefício de aposentados e pensionistas que recebem valor superior ao do salário mínimo é definido pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior. Em 201
Dólar acumula baixa de 5,12% e real é moeda que mais se valoriza no mundo

Dólar acumula baixa de 5,12% e real é moeda que mais se valoriza no mundo

Economia, Manchete, Política
Após a queda de 4% nas duas primeiras semanas de 2019, a dúvida é se o dólar tem fôlego para cair mais no Brasil nas próximas semanas Câmbio: dólar teve a quarta semana consecutiva de queda, acumulando baixa de 5,12% nos últimos 30 dias (Ricardo Moraes/Reuters) São Paulo – O dólar teve a quarta semana consecutiva de queda, acumulando baixa de 5,12% nos últimos 30 dias. O real é a divisa que mais se valorizou ante a moeda americana neste começo de 2019, considerando um ranking de 143 países preparado pela Austin Rating. Nesta sexta-feira, 11, a moeda americana teve um dia de instabilidade, em dia de fraca liquidez, acompanhando o movimento do dólar no exterior, que subiu ante o euro e moedas de alguns emergentes, como o México e a Turquia, em meio a preocupações sobre o fecha
Bovespa fecha em alta e renova máxima histórica nesta quinta

Bovespa fecha em alta e renova máxima histórica nesta quinta

Economia, Manchete, Política
O Ibovespa subiu 0,61%, aos 91.564 pontos, batendo a máxima histórica pelo segundo dia seguido; Eletrobras teve novo dia de avanço. Sede da Bovespa, no Centro de São Paulo — Foto: Miguel Schincariol/AFP/Arquivo O principal indicador da bolsa brasileira, a B3, fechou em alta nesta quinta-feira (3), batendo o recorde de maior patamar de fechamento já registrado pelo segundo dia seguido. Neste pregão, os investidores continuaram repercutindo as expectativas pela aprovação de reformas econômicas, o que reduziu os efeitos do cenário externo mais negativo. O Ibovespa subiu 0,61%, aos 91.564 pontos. Veja mais cotações. Nos dois primeiros pregões de 2019, o índice já subiu 4,18%. A Eletrobras teve novo pregão de forte alta, ainda repercutindo as expectativ
Pequenos e médios empresários estão mais otimistas para 2019

Pequenos e médios empresários estão mais otimistas para 2019

Economia, Manchete, Política
Melhora foi observada em todos os setores e todas regiões, segundo levantamento do Insper e banco Santander. Os pequenos e médio empresários vão começar 2019 mais otimistas com a economia brasileira. A confiança para o primeiro trimestre subiu a 72,12 pontos, uma alta de 6,39% na comparação com o último levantamento, segundo o Índice de Confiança dos Pequenos e Médios Negócios (IC-PMN) divulgado nesta quinta-feira (20). O levantamento, conduzido pelo Centro de Estudos em Negócios do Insper e pelo banco Santander, também registrou o melhor resultado da série histórica, iniciada em 2009. "Esse resultado revela a combinação de duas coisas: o fim da incerteza eleitoral e os sinais de uma postura mais pró-mercado do novo governo", afirma o professor do Insper e
Copom mantém juro básico em 6,5% ao ano

Copom mantém juro básico em 6,5% ao ano

Economia, Manchete, Política
Esta foi a última reunião do Comitê de Política Monetária neste ano, e decisão já era esperada pelo mercado financeiro. Taxa Selic está no menor patamar da série história. O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu nesta quarta-feira (12) manter a taxa básica de juros da economia em 6,5% ao ano. Esta foi a última reunião do Copom neste ano. A manutenção da taxa Selic, pela sexta vez consecutiva, já era esperada pelo mercado financeiro. Este é o menor patamar desde o início do regime de metas para a inflação, adotado em 1999. Com a inflação sob controle, a expectativa das instituições financeiras é que a taxa de juros começará a ser elevada gradualmente pelo Copom a partir de setembro do ano que vem, alcançando 7,5% ao ano no fim de 2019
Governo federal volta a prever novos cargos (Concursos) em 2019

Governo federal volta a prever novos cargos (Concursos) em 2019

Economia, Manchete, Política
Projeto de orçamento do ano que vem projeta a criação de 2.095 cargos, ante nenhum em 2018. Além disso, Executivo prevê dobrar a contratação via concurso público para cargos que já existem e estão vagos ou substituir terceirizados. Apesar de o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão ter anunciado em agosto que a proposta de orçamento não prevê concursos para 2019, o projeto de lei orçamentária anual (PLOA) do ano que vem projeta a criação de 2.095 cargos. Em 2018, não houve previsão de criação de novas vagas. Além disso, o governo pode contratar até 40.632 servidores por concurso público em 2019 para ocupar cargos que já existem e estão vagos ou para substituir terceirizados. O número é o dobro do de 2018. O ministério explicou que a proposta i