Inline
segunda-feira, agosto 20#SoumaisoPolêmico

Política

Mantega tinha quase US$ 2 milhões em contas não declaradas na Suíça, diz Moro

Mantega tinha quase US$ 2 milhões em contas não declaradas na Suíça, diz Moro

Política
O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) Ao aceitar denúncia contra Guido Mantega e torná-lo réu, o juiz Sérgio Moro afirmou que o ex-ministro da Fazenda mantinha quase US$ 2 milhões no exterior não declarados às autoridades brasileiras nem à Receita Federal. Responsável pela Lava Jato na primeira instância, Moro define a descoberta como uma "inusitada revelação". Segundo o magistrado, o ex-ministro tinha "não só uma, mas pelo menos duas contas no exterior"; uma das contas no nome de Mantega e outra, em nome de uma empresa off-shore. As contas foram abertas no Banque Pictet & Cie, na Suíça. "Agregue-se ao quadro probatório a inusitada revelação de que o acusado Guido Mantega é titular de não só
Moro aceita denúncia contra Mantega e rejeita acusação contra Palocci

Moro aceita denúncia contra Mantega e rejeita acusação contra Palocci

Manchete, Política
É a primeira vez que Mantega vira réu na Lava Jato. Crimes apurados envolvem a edição das medidas provisórias 470 e 472 (MP da Crise), beneficiando empresas do grupo Odebrecht, diz o MPF. O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) O juiz federal Sergio Moro aceitou denúncia contra o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e outras nove pessoas nesta segunda-feira (13). É a primeira vez que Mantega vira réu na Lava Jato. Moro rejeitou a denúncia contra o ex-ministro Antonio Palocci. "Ressalvo, segundo a denúncia, apesar de ele ter participado dos fatos (...), consta que teria sido Guido Mantega responsável específico pela solicitação e pela posterior utilização dos R$ 50 milhões", escreveu Moro ao fala
Moro determina prisão de três ex-dirigentes da Mendes Júnior

Moro determina prisão de três ex-dirigentes da Mendes Júnior

Manchete, Política
Condenados a penas entre 11 e 27 anos, eles começarão a cumprir pena no Paraná O juiz federal Sergio Moro, em evento na cidade de São Paulo, 10 de 2017 - Edilson Dantas / Agência O Globo SÃO PAULO — O juiz Sergio Moro determinou a prisão de três executivos da empreiteira Mendes Junior, condenados na Lava-Jato por participação no cartel da Petrobras, para que se dê início a execução de suas penas. Sérgio Cunha Mendes foi condenado a 27 anos e dois meses de prisão; Rogério Cunha Pereira a 18 anos e nove meses; e Alberto Elísio Vilaça Gomes a 11 anos e seis meses. Todos foram condenados por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa pelo pagamento de R$ 31,4 milhões em propina por meio do doleiro Alberto Youssef. Moro afirmou em despacho que segue o pos
TSE recebe os registros de 6 candidatos a presidente; prazo termina na quarta-feira

TSE recebe os registros de 6 candidatos a presidente; prazo termina na quarta-feira

Manchete, Política
Nesta segunda (13), Amoêdo foi o sexto a entregar documentação ao tribunal. Os demais são Boulos, Vera Lúcia, Alckmin, Daciolo e Ciro. Na quinta (16), começa oficialmente a campanha eleitoral. Seis presidenciáveis registraram até esta segunda-feira (13) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) as candidaturas para a disputa da eleição deste ano. Nesta segunda, João Amoêdo (Novo) foi o sexto a entregar ao tribunal a documentação exigida para o registro. Antes, já haviam registrado candidaturas Guilherme Boulos (PSOL), Vera Lúcia (PSTU), Cabo Daciolo (Patriotas), Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT), nessa ordem. O prazo final para os candidatos aprovados nas convenções partidárias registrarem as candidaturas termina na próxima quarta-feira (15), às 1
Fachin autoriza deputada Cristiane Brasil a visitar Roberto Jefferson no Dia dos Pais

Fachin autoriza deputada Cristiane Brasil a visitar Roberto Jefferson no Dia dos Pais

Manchete, Política
Investigada em operação da PF, deputada está proibida de ter contato com outros investigados, entre eles o pai. Mas ministro do STF entendeu que evento é familiar e permitiu encontro neste domingo. Foto de Cristiane Brasil com o pai, Roberto Jefferson, que a deputada postou no Twitter em 2015 (Foto: Reprodução / Twitter) O ministro Luiz Edson Fachin autorizou a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) a visitar o pai, o deputado cassado e presidente do PTB, Roberto Jefferson, neste domingo (12), Dia dos Pais. Investigada na Operação Registro Espúrio, da Polícia Federal, que apura fraudes na concessão de registros de novos sindicatos pelo Ministério do Trabalho, a deputada está proibida de manter contato com outros investigados, entre os quai
PF aponta indício de que marqueteiro de Aécio recebeu da Odebrecht sem prestar serviço; senador nega

PF aponta indício de que marqueteiro de Aécio recebeu da Odebrecht sem prestar serviço; senador nega

Manchete, Política
Empresário disse em depoimento no mês passado que prestou serviço à empreiteira e que recebeu um sétimo do valor que marqueteiro de Aécio recebeu para contrato fictício. PF vê mais indícios de que marqueteiro de Aécio recebeu dinheiro sem prestar serviços A Polícia Federal apontou mais um indício de que entre 2009 e 2010 o marqueteiro do senador Aécio Neves (PSDB) recebeu dinheiro da empreiteira Odebrecht sem prestar serviço. O inquérito foi aberto no ano passado a partir da delação premiada de executivos da construtora Odebrecht. Em depoimento, o executivo Sérgio Neves disse que, a pedido do senador, a Odebrecht repassou dinheiro por meio de caixa 2 para a campanha de Antonio Anastasia ao governo de Minas Gerais. De acordo
Mônica Moura volta a afirmar que negociou dinheiro para campanha diretamente com Dilma

Mônica Moura volta a afirmar que negociou dinheiro para campanha diretamente com Dilma

Manchete, Política
Marqueteira disse a Sérgio Moro nesta sexta-feira (10) que, após negociar o valor com a ex-presidente, foi encaminhada por ela ao então ministro Guido Mantega para fazer pagamentos indevidos. Mônica Moura disse ter negociado valores diretamente com Dilma Rousseff (Foto: Marcelo Chello/CJPress/Estadão Conteúdo) A marqueteira Mônica Moura voltou a afirmar em depoimento ao juiz Sérgio Moro, nesta sexta-feira (10), que negociou valores para campanha de 2014 diretamente com a ex-presidente Dilma Rousseff. "Pela primeira vez na vida eu negociei diretamente com uma presidente e com candidato, valores. E depois ela me encaminhou a Guido [Mantega, ministro da Fazenda à época] para que eu resolvesse a parte por fora. A parte por dentro, não, foi toda negoci
MPF denuncia os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci na Lava Jato

MPF denuncia os ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci na Lava Jato

Manchete, Política
Crimes apurados envolvem a edição das medidas provisórias 470 e 472 (MP da Crise), beneficiando diretamente empresas do grupo Odebrecht, segundo os procuradores. O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi denunciado (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) A força-tarefa da Lava Jato do Ministério Público Federal no Paraná (MPF/PR) apresentou nesta sexta-feira (10) denúncia contra os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci e outras nove pessoas. É a primeira denúncia contra Mantega na Lava Jato em Curitiba. A defesa dele afirmou que vai se manifestar nos autos quando tomar conhecimento da denúncia. A defesa de Palocci também disse que ainda não teve acesso aos autos e só vai se manifestar depois de conhecer o teor
Sérgio Meneguelli, Prefeito de Colatina, vai palestrar em Harvard

Sérgio Meneguelli, Prefeito de Colatina, vai palestrar em Harvard

Manchete, Política
Sérgio Meneguelli é uma das personalidades públicas convidadas a fazer uma palestra na “Brazilian International Live Conference” (Brilive Conference), que acontecerá no dia 11 de agosto, na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. "I BRILIVE CONFERENCE" é um encontro que será transmitido ao vivo pela internet, envolvendo brasileiros de diversas áreas que possui grande influência e se destacado através das redes sociais, usando a internet a “live” como a ferramenta mais poderosa e veloz para transmitir conteúdos de grande importância aos brasileiros que se encontram espalhados pelo mundo, conquistando seguidores e admiradores pelo seu trabalho em exposição online que se fazem presentes mesmo distante. Sérgio foi credenciado a participar do evento devido a seu destaque nas rede
Procuradores seguem STF e também aprovam aumento salarial de 16,38% para 2019

Procuradores seguem STF e também aprovam aumento salarial de 16,38% para 2019

Manchete, Política
Previsão orçamentária foi definida pelo Conselho Superior do Ministério Público BSB - Brasília - Brasil - 10/08/2018 - PA - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, participa da reunião do Conselho Superior do Ministério Público Federal, para discutir o orçamento do MPF para 2019. Foto: Givaldo Barbosa/O Globo - Givaldo Barbosa / Agência O Globo BRASÍLIA - Na trilha da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), proposta de orçamento do Ministério Público Federal (MPF) prevê aumento salarial de 16,38% para todos os procuradores da República a partir de 2019. A previsão orçamentária foi aprovada nesta sexta-feira na reunião do Conselho Superior do Ministério Público, presidido pela procuradora-geral Raquel Dodge. Se aprovado pelo Congresso Nacional, só o reajust