Inline
terça-feira, abril 23#SoumaisoPolêmico

Com queimaduras, Jonathan é submetido a broncoscopia e tem lesões nas vias aéreas

O estado de saúde de Jonathan Cruz Ventura permanece grave. Internado com 30% do corpo queimado, o jovem foi submetido a uma broncoscopia, que evidenciaram lesões de vias aéreas do atleta do Flamengo. No boletim médico divulgado pela Secretária Municipal de Saúde, neste sábado, foi informado que o jovem ainda teve um banho e passou por troca de curativos.

Uma das três vítimas que saíram com vida do incêndio no Ninho do Urubu, CT do Rubro-Negro em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio, na madrugada de sexta-feira, ele está segue internado no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, referência para o tratamento de pacientes queimados.

Ele é monitorado por cirurgião plástico, clínico, anestesiologista e médico intensivista – plantão 24h. O CTQ conta ainda com três enfermeiros e 10 técnicos.

Jonathan apresenta queimaduras de 2° e 3° graus em 30% da superfície corporal, além de ter inalado muita fumaça, e chegou ao Lourenço Jorge com quadro considerado gravíssimo.

O adolescente de 15 anos foi operado e acompanhado por equipe multidisciplinar que contou com cirurgião geral, clínico e médico anestesiologista. Em seguida foi levado para o Pedro II em ambulância UTI do Corpo de Bombeiros, transferência articulada pela Central Municipal de Regulação.

Os outros feridos são Francisco Dyogo, de 15 anos, goleiro da base rubro-negra e Cauan Emanuel, de 14. Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, ambos estão fora de perigo.

Mãe lamenta

A família do goleiro Francisco Dyogo, um dos sobreviventes do incêndio no Ninho do Urubu, chegou ao Rio na noite desta sexta-feira e já está com o jovem, internado no Hospital Vitória. Em um áudio enviado para os parentes em Fortaleza, a mãe, Francisca Nélia, lamentou que outras mães não possam abraçar e beijar seus filhos como ela está podendo fazer.

“Eu posso pegar nele, beijar, abraçar. Que pena que algumas mães não podem fazer isso porque seus filhos se foram”, lamentou Francisca no áudio. “O que posso dizer é gratidão. Obrigada, família, pelo apoio e força”.

Fonte: Extra

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *