sábado, outubro 20#SoumaisoPolêmico

Dilvan Coelho – Curtas e Picantes (25)

Isolamento no poder
 
O isolamento do poder é peculiar a toda liderança autocrática, até o presidente do País mais poderoso do mundo, Donald Trump, se sente isolado no poder. As principais razões do isolamento é a forma de governar e de agir do governante. Geralmente, são cercados dos maiores inimigos dos homens de poder – os bajuladores – que só dizem ao governante aquilo que ele gosta de ouvir e massageia o seu ego. O príncipe sábio pergunta muito e ouve pacientemente. E ao perceber que alguém, por medo ou por qualquer motivo, não lhe fala a verdade, deve mostrar abertamente o seu desprazer”.
 
 
 Homenagem a Lomanto Jr.
 
O Senado Federal vai realizar sessão especial em homenagem aos 49 anos de vida pública do ex-governador da Bahia, Antônio Lomanto Júnior, a realizar-se na próxima quinta-feira, dia 4, das 9 h às 11 h, no plenário da Casa. A sessão, proposta pelo senador Otto Alencar (PSD), é um reconhecimento do Legislativo Federal ao político baiano, que passou por quase todos os cargos eletivos. Na ocasião, estarão presentes autoridades, políticos, amigos e familiares do ex-governador, falecido em 23 de novembro de 2015.
 
Direito ao contraditório
 
O ex-prefeito João Bosco mesmo tendo sido condenado pela Justiça, ficando inelegível por oito anos devido a crimes eleitorais cometidos, afirmou que é mentira e que não está inelegível. No entanto, a informação por ele refutada, consta na sentença de número 452-40.2016.605.0183, de uma ação de investigação judicial feita pelo Ministério Público Eleitoral. O maior agravante é que o sentenciado coloca em xeque a imparcialidade da justiça local. É claro que ele tem direito a recorrer, acontece que existe jurisprudência firmada no TSE. O prefeito de Brusque (SC) foi cassado pelo mesmo motivo, excesso de gastos com publicidade institucional.
 
Reunião dos secretários
 
O prefeito Timóteo Brito, em reunião com os secretários, fez um breve relato das suas ações durante os cem primeiros dias do seu governo e dos seus planos para o futuro. Afirmou que, de agora em diante, terá dois dias da semana para despachar com os secretários, agendados previamente. Ao que tudo indica, o prefeito vai destravar mais o governo, porque, segundo ele, teve que segurar as rédeas para tomar pé da situação do município, pois recebeu uma herança perversa do gestor anterior. Ao final da reunião, o prefeito foi aplaudido por todos os secretários presentes.
 
Contrato com a Embasa
 
O contrato firmado da Prefeitura de Teixeira com a Embasa venceu e pode ser renovado ou não. Em alguns municípios brasileiros, foi feita a terceirização com empresas privadas e vem dando certo. Em Teixeira de Freitas, em artigo publicado, levantamos a questão de que em Teixeira o principal manancial que abastece a cidade, rio Alcobaça, poderá secar dentro de pouco tempo. O prefeito Timóteo Brito, preocupado com a situação, está estudando uma forma de, ao assinar o contrato, mesmo que seja com a Embasa, assegurar de que sejam tomadas medidas preventivas para que a população não venha a ser prejudicada com a possibilidade de vir faltar água.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *