sexta-feira, setembro 21#SoumaisoPolêmico

Dilvan Coelho – Curtas e Picantes 98

Atentado a Bolsonaro

No primeiro ato de campanha após o ataque ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), o deputado Eduardo Bolsonaro declarou que seu pai “não vai ser eleito por causa de uma facada, ele tomou a facada porque já estava eleito. Essa é a realidade, doa a quem doer”. Não é a primeira vez que um atentado contra um político poderá mudar o curso da história do Brasil. Em 1930, na campanha de Getúlio Vargas para presidente do Brasil, um crime passional terminou sendo transformado em crime político, quando assassinaram João Pessoa, o candidato a vice na chapa de Getúlio. Por causa desse crime, Getúlio não se conformou com a derrota para Júlio Prestes e deu o golpe, assumindo o poder durante 15 anos.

 

Retirada do nome de Lula

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luís Roberto Barroso determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não apareça mais como candidato à Presidência da República na propaganda eleitoral da Coligação “O Povo Feliz de Novo”, formada por PT, PCdoB e PROS. Caso Lula continue figurando como candidato, a coligação poderá ter sua propaganda eleitoral suspensa no rádio e na televisão. Barroso aceitou a reclamação feita pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), que apontou a insistência dos partidos em apresentar Lula como candidato mesmo após a decisão do TSE, proferida em 1º de setembro, que indeferiu o registro da candidatura com base na Lei da Ficha Limpa. A estratégia dos petistas é tentar transferir o maior número de votos possível, mantendo Lula na chapa.

 

Número de indecisos é alto

Faltando apenas cerca de 30 dias para as eleições o número de eleitores que ainda não têm candidato nas pesquisas espontâneas é muito alto. Para governador e deputados chega à casa dos 70%, e para senador o número é maior ainda: 80%. O número de indecisos diminui na pesquisa para Presidente da República, que é na ordem de 50%. Teixeira de Freitas sempre foi um reduto oposicionista e vota contra os governadores que estão no posto, porém, esse ano, o governador Rui Costa terá uma vitória expressiva, principalmente devido ao fato de Zé Ronaldo ser pouco conhecido. Para senador, o ex-governador Jaques Wagner e o Irmão Lázaro aparecem na frente, empatados. Para deputado, tanto federal como estadual, os candidatos da terra levam vantagem, sendo que Lucas Bocão continua crescendo, porque tem absorvido parte dos votos de João Bosco, que desistiu da candidatura.

 

A polêmica do oxigênio

A 5ª Promotoria de Justiça de Teixeira de Freitas, através do promotor George Elias Gonçalves Pereira, promoveu a prisão de Diogo Lemos Dias, filho de um empresário que fornecia oxigênio adulterado para unidades de saúde de Teixeira e que, supostamente, causou mortes de pacientes das unidades que recebiam o oxigênio. O promotor recomendou à prefeitura local que informe o número de pessoas mortas em unidades de saúde nos últimos 12 meses. E também recomendou o encerramento do contrato com a empresa Assis & Rodrigues LTDA-ME, acusada das irregularidades. A Prefeitura de Teixeira de Freitas, além de encerrar o contrato com a referida empresa, contratou  a White Martins, gigante no setor.

 

Candidaturas estão postas

Faltando menos de 30 dias para as eleições, algumas alianças ainda não ficaram claras na cabeça do eleitor. Somente esta semana o prefeito Temóteo Brito declarou para algumas pessoas que seus candidatos a deputado será Paulo Magalhães, federal, e Robinho para estadual. Todo prefeito, devido ao peso da máquina, é capaz de transferir votos para seus candidatos. Mesmo com o apoio explícito a dois candidatos, alguns liderados do prefeito votarão em Ronaldo Carletto para federal e Paulo Câmara para estadual, devido, principalmente, ao valor das emendas que foram colocadas para Teixeira de Freitas pelos dois candidatos. Além disso, o fato de Ronaldo ser da região fica mais fácil pedir votos pra ele, que poderá ser o mais votado no Extremo Sul, e até mesmo na Bahia.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *