segunda-feira, outubro 21#SoumaisoPolêmico

Formação continuada de professores da rede municipal recebe antropólogo Tião Rocha

Na manhã desta quinta-feira (26) a Secretaria de Educação e Cultura de Teixeira de Freitas, em parceria com a Universidade Federal do Sul da Bahia – UFSB/ Campus Paulo Freire, promoveu a palestra “Educação para transformar o mundo”, com Sebastião Rocha, mais conhecido como Tião Rocha, educador, antropólogo e folclorista brasileiro de renome internacional. Esta palestra é mais uma ação do projeto de formação continuada de professores do 6º ao 9º ano da rede municipal.

Tião Rocha
Ezio Aguiar

O coordenador técnico da SMEC, Ézio Aguiar, explicou que este projeto de educação continuada é fundamental para a melhoria na qualidade da educação e se mostrou muito feliz com os novos conceitos trabalhados durante a palestra do Tião Rocha. “A trajetória do Tião é muito valiosa e transformadora, nós educadores ficamos muitos felizes em poder participar desta experiência. Agradecemos a esta parceria com a UFSB.”, disse Ézio Aguiar.

Caroline Caputo

Caroline Caputo, que é professora e vice-decana do Instituto Humanidades Artes Ciências, disse que esta formação continuada, realizada com os professores da rede municipal de educação, é fundamental para que possamos a ver a educação sobre outros olhares. “Os professores fazem oficinas enriquecedoras, onde a gente trabalha metodologias ativas, para que eles possam levar isso às escolas e aprender, por exemplo, como ensinar um mesmo assunto de cinco formas diferentes, tentando motivar os alunos aprenderem cada vez”, explicou Caroline.

As oficinas têm o objetivo de fazer o professor compreender mais sobre este mundo novo da educação. E esta palestra foi um convite que nós fizemos ao educador Tião Rocha, que pode passar um método de ensinar bastante peculiar, pois ele é uma pessoa que vê a educação como forma de transformar uma sociedade. Ele explica que os professores são educadores, e que aprendem a aprender, aprendem com os alunos e que os alunos aprendem com os educadores.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *