Inline
segunda-feira, outubro 21#SoumaisoPolêmico

Jovem é perseguido, espancado e executado à tiros no Bairro Liberdade em Teixeira

Teixeira de Freitas: Jovem é perseguido, espancado e logo depois executado a tiros na Rua Bolívia, no Bairro Liberdade l, na manhã desta segunda-feira, 07 de outubro. Informações colhidas no local dão conta de que um veículo modelo VW/Gol, de cor branca, placa não anotada, com pelo menos dois suspeitos, teriam perseguido a vítima por algumas ruas do bairro, inclusive efetuando disparos de arma de fogo, quando a vítima, tentando escapar, saiu pulando alguns muros de residências, até a Rua Bolívia, entrando em um imóvel, quando foi interceptado na área da frente da casa.

Neste momento, possivelmente já baleado com um tiro nas costas, ele foi espancado com um pedaço de madeira, na região da cabeça e do rosto, e os criminosos ainda, para concretizar a execução, efetuaram um tiro na cabeça antes de se evadir do local. A vítima foi identificada como, Wesley Coelho Ferreira, de 23 anos. Uma guarnição da Polícia Militar, que estava no bairro realizando abordagens, ao ouvir os estampidos de tiros, se deslocaram rapidamente para o local.

A guarnição pediu apoio para outras viaturas, que realizaram buscas na localidade na tentativa de prender os criminosos, mas sem êxito. Familiares disseram que a vítima estava morando no interior do município de Alcobaça, e que veio passar o final de semana em Teixeira. Ainda segundo familiares, o Wesley tinha uma passagem na polícia, por acusação de homicídio, quando era adolescente, e já teria sofrido uma tentativa de homicídio. O Wesley tem outras passagens na polícia, por posse de arma de fogo, posse de entorpecente, e roubo em uma loja.

A delegada plantonista, Maria Luíza Ribeiro, foi informada do ocorrido, e se deslocou até o local, juntamente com o Investigador Antônio “Tuka”, e uma equipe do DPT, para realização do levantamento cadavérico, e perícia no local. Os peritos confirmaram que a vítima apresentava três perfurações por arma de fogo, e tinha lesões feitas por um pedaço de madeira, que ainda estava no local.

Após os trabalhos de praxe, a delegada autorizou a remoção do corpo para o IML, onde passará por necropsia, sendo liberado posteriormente aos familiares. O inquérito para investigar autoria e motivação do crime será encaminhado para os delegados do NHT, Manoel Andreetta e Bruno Ferrari.

Por: Cloves Neto/Liberdadenews

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *