Inline
domingo, outubro 21#SoumaisoPolêmico

Segurança que participou das agressões a jovem por R$ 15 em balada é preso

Dono da casa noturna e chefe dos seguranças ainda estão foragidos. Caso ocorreu em Santos, no litoral paulista.

Polícia Civil divulga vídeo que mostra agressão a jovem em balada de Santos, SP

Polícia Civil divulga vídeo que mostra agressão a jovem em balada de Santos, SP

O segurança Sammy Barreto Callender, de 34 anos, que participou das agressões contra o universitário Lucas Martins de Paula, de 21 anos, se entregou à polícia na noite desta segunda-feira (6), em Santos, no litoral de São Paulo. O responsável pelos 12 golpes que vitimaram fatalmente o jovem, o segurança Thiago Ozarias Souza, de 29 anos, está preso desde sexta-feira (6).

Lucas foi espancado na madrugada de 7 de julho, dentro e fora do Baccará Backstage, no bairro Embaré. Ao G1, o pai do jovem, Isaías de Paula, contou que o filho foi ao caixa para pagar a conta, quando notou a cobrança de R$ 15 a mais na comanda, correspondente a uma cerveja. Os seguranças foram chamados, e a confusão teve início. Dois amigos dele também ficaram feridos.

Após 22 dias internado em estado grave e com sedativos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Santos, o universitário morreu. Durante o período, a polícia identificou, por meio das imagens das câmeras, três seguranças envolvidos diretamente nas agressões, além do proprietário da casa noturna, que observou os crimes.

Sammy teve prisão decretada junto com os demais envolvidos no caso (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Sammy teve prisão decretada junto com os demais envolvidos no caso (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A delegada Edna Pacheco Fernandes Garcia, do 3º Distrito Policial, informou que, além de Thiago, Sammy Barreto Callender (segurança), Anderson Luiz Pereira Brito (chefe dos seguranças) e Vitor Alves Karam (dono do estabelecimento) foram indiciados por participação no crime. A prisão deles foi decretada, após a denúncia ser apresentada à Justiça.

Thiago, apontado como o autor de golpes sucessivos contra o universitário, foi o primeiro a ser preso, após se apresentar voluntariamente na delegacia. O colega Sammy, responsável, segundo a polícia, por participar das agressões, foi detido por investigadores do 3º DP e encaminhado à Cadeia Pública de Santos em seguida.

O chefe dos seguranças, Anderson Luiz Pereira Brito, e o empresário dono da casa noturna, Vitor Alves Karam, continuam foragidos. A defesa de todos os envolvidos tenta a revogação das prisões na Justiça, ou habeas corpus em instâncias superiores, para que eles possam responder ao crime em liberdade.

Thiago, que agrediu universitário em balada em Santos, se entregou à polícia (Foto: Reprodução/TV Tribuna)

Thiago, que agrediu universitário em balada em Santos, se entregou à polícia (Foto: Reprodução/TV Tribuna)

Atividades suspensas

Fiscais da prefeitura intimaram os proprietários do bar e casa noturna Baccará a encerrar as atividades, quatro dias depois das agressões.“O estabelecimento teve o alvará de funcionamento negado, em virtude de suas instalações descumprirem a legislação municipal”, informou a municipalidade, em nota.

Segundo a chefe da Seção de Fiscalização Dirigida, Gisleine Pontes, que coordenou uma vistoria com integrantes da Secretaria de Finanças (Sefin), Vigilância Sanitária, Guarda Municipal e Ouvidoria, a casa possui estrutura irregular. Caso a ordem seja desobedecida, poderá ser aplicada multa de até R$ 10 mil.

Documentos aos quais o G1 teve acesso indicam, entretanto, que a Prefeitura de Santos nunca emitiu um alvará definitivo para o funcionamento legal do local. Após a repercussão do caso, fiscais da municipalidade intimaram os proprietários a encerrarem as atividades até que adequações sejam feitas no imóvel.

Lucas morreu após 22 dias internado em hospital de Santos, SP (Foto: Arquivo Pessoal)

Lucas morreu após 22 dias internado em hospital de Santos, SP (Foto: Arquivo Pessoal)

Porta do Baccará Backstage amanheceu pichada após morte de Lucas (Foto: G1 Santos)

Porta do Baccará Backstage amanheceu pichada após morte de Lucas (Foto: G1 Santos)

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *