Inline
terça-feira, fevereiro 19#SoumaisoPolêmico

Teixeira: Perícia confirma através das digitais que corpo encontrado nos eucaliptos é do senhor Zenilzo

Teixeira de Freitas: Após realização dos exames necropapiloscópicos (identificação humana em cadáver por meio das impressões digitais) do corpo encontrado na manhã desta quarta-feira, 06 de fevereiro, em uma plantação de eucalipto, situada no interior do município de Caravelas, próximo ao distrito de Espora Gato, na BR 418. Confirmou-se que o mesmo trata-se do Senhor Zenilzo Patez da Silva, 67 anos de idade, que estava desaparecido desde o último dia 02 de janeiro deste ano.

O Senhor Zenilzo, era morador da Rua Pedra Nova, no Bairro São Lourenço, em Teixeira de Freitas. E saiu de casa dizendo que iria para o banco retirar um dinheiro. Desde então, estava desaparecido. Os familiares registraram a ocorrência do desaparecimento, e publicaram amplamente nas redes sociais e sites locais na tentativa de encontrar informações sobre o idoso desaparecido. Nesta quarta, uma equipe do NHT, liderada pelo delegado Bruno Ferrari, foi até o local, onde populares encontraram o corpo.

Segundo o delegado, havia fortes indícios de que se tratava do idoso desaparecido, mas, que somente após exames no IML poderia determinar a identidade do corpo, encontrado já em estado avançado de decomposição (esquelético). Os exames foram solicitados ao Departamento de Polícia Técnica, e o Perito Técnico (Papiloscopista) Danilo Maia, conseguiu realizar a dissecação dos dedos e reidratação da epiderme em solução de hidróxido de sódio e potássio e álcool, regenerando as papilas dérmicas.

Segundo o perito, nos casos em que as digitais não estão visíveis devido ao avançado estado de decomposição dos corpos, esta técnica garante mais de 90% de regeneração das papilas dérmicas, permitindo a coleta e impressão das digitais em tinta. Ainda segundo o papiloscopista Danilo Maia, após a coleta das digitais regeneradas, foi localizado o prontuário civil da vítima, que foi confrontado através de métodos científicos disponíveis, e o resultado deu positivo, de forma rápida, barata e 100% segura.

Além de resolver o problema da identificação sem custo e de forma segura para o Estado, o trabalho da perícia papiloscópica, auxilia também a persecução penal e é um instrumento que serve como garantia de dignidade humana, pois, os familiares, que já passaram pelo transtorno do desaparecimento e agora da perda do ente querido, em outra situação, teriam que esperar meses por um exame de DNA. Logo após os exames, o corpo do senhor Zenilzo foi liberado aos familiares para procedimentos de praxe.

Segundo a polícia, o corpo foi encontrado com uma corda sobre o pescoço e amarrada em uma árvore. Segundo o delegado Bruno Ferrari, não está descartada a possibilidade de um suicídio. Mas, que o caso será investigado pelo Núcleo de Homicídio e Tráfico, levando em consideração todas as linhas de investigação.

Por: Cloves Neto/Liberdadenews

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *