Inline
quarta-feira, dezembro 12#SoumaisoPolêmico

Titular, experiente, mas uma dúvida: como a “solução” Leandro Castán chega ao Vasco

Aos 31 anos, zagueiro foi titular do Cagliari, da Itália, e emprestado pela Roma na última temporada. Agora, terá a missão de resolver um problema antigo do Cruz-Maltino

Titular, experiente, mas uma dúvida: como a

O Vasco tem 66 gols sofridos em 2018 – dois a mais do que marcados. A zaga, que já sofreu mudanças diversas durante o ano, tem sido um constante problema, com mais baixos do que altos. Para dar um toque de experiência e qualidade, o Cruz-Maltino foi buscar Leandro Castán no futebol europeu, que, ao menos, foi titular nos últimos meses.

Apesar de pertencer à Roma, Castán foi emprestado ao Cagliari em janeiro e disputou 14 partidas – foi titular em 13. O desempenho da equipe no campeonato nacional não foi dos melhores na reta final da temporada. Com o zagueiro em campo: sete derrotas, quatro empates e só três vitórias.

Leandro Castán em ação pela Roma, antes do primeiro empréstimo (Foto: AP )

Leandro Castán em ação pela Roma, antes do primeiro empréstimo (Foto: AP )

Antes de ser emprestado ao Cagliari, porém, Castán viveu intessamente na Roma. Foi contratado na temporada 2012/13. Chegou como titular e disputou, nos dois primeiros anos, 66 partidas – começou todas em campo.

Em 2014, porém, o maior drama da carreira do jogador. Ele foi diagnosticado com cavernoma (uma má formação vascular do sistema nervoso central que resultou em um tumor de três centímetros no cérebro). Castán precisou interromper a carreira para passar por cirurgia e atravessou um longo processo de recuperação.

Depois do drama, o defensor não conseguiu mais se firmar: foram só 34 jogos desde 2014. A maior sequência foi a mais recente, pelo Cagliari, antes de rescindir com a Roma e acertar com o Vasco – ele chega ao Brasil na sexta-feira para realizar exames médicos e assinar contrato com o clube.

Castán se despediu em rede social

A chegada de Castán, para o Cruz-Maltino, representa uma esperança de acertar um problema no lado esquerdo da defesa. O garoto Ricardo, que voltou a ser titular com o técnico Jorginho, mostra potencial e qualidades para ser o dono da posição, mas oscila com frequência – tanto que perdeu espaço durante a temporada, passou a nem ser relacionado e depois voltou à equipe.

Castán, aos 31 anos, campeão por onde passou e com seis temporadas na Europa na bagagem, é a experiência que pode ajudar o Vasco ao lado de Breno, que ganhou a posição e tem se destacado. Resta saber as condições físicas e técnicas em que o defensor chegará ao futebol brasileiro.

O único problema físico de Leandro Castán na última temporada foi no calcanhar. Ele ficou apenas quatro dias em recuperação.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *