Inline
terça-feira, fevereiro 19#SoumaisoPolêmico

‘Vai passar a aposentadoria na cadeia’, comemora deputado sobre prisão de Lula; Gleisi fala em perseguição

Ministro diz que ex-presidente enganou a nação e utilizou a máquina pública para enriquecer
O ex-presidente Lula participa de congresso de catadores. em Brasília Foto: Jorge William/Agência O Globo/13-12-2017
O ex-presidente Lula participa de congresso de catadores. em Brasília Foto: Jorge William/Agência O Globo/13-12-2017

BRASÍLIA — Assim que foi divulgada a nova condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a 12 anos e 11 meses de prisão pelo caso do sítio de Atibaia (SP), políticos favoráveis e contrários ao petista começaram a comentar a decisão nas redes sociais. Ministro da secretaria-geral da Presidência, Gustavo Bebianno,  disse que Lula enganou a nação e utilizou a máquina pública para enriquecer. Já o ministro da Justiça, Sergio Moro, evitou comentários .

Presidente do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirmou que a “perseguição” ao ex-presidente “não para”. O ex-senador Lindbergh Farias (PT-RJ) criticou a “justiça partidarizada” e afirmou que Lula “já estava condenado antecipadamente”.

O ex-presidente nacional do PT, Rui Falcão, além de falar em perseguição, também reiterou a linha de defesa de Lula de que o sítio não pertence ao ex-presidente.

“Continua a perseguição: substituta de Moro condena Lula de novo, por um sítio que não é dele: 12 anos e 11 meses!”, disse Falcão.

Enquanto isso, adversários do PT comemoram a decisão, como os deputados federais Kim Kataguiri (DEM-SP), que disse que Lula vai “passar aposentadoria na cadeia”, e Carla Zambelli (PSL-SP), que elogiou a juíza Gabriela Hardt, responsável pela condenação.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *