sexta-feira, setembro 20#SoumaisoPolêmico

Vereda: Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e mais quatro

Resultado de imagem para Adalberto da Rocha Nonat

A Justiça Federal determinou o bloqueio de bens do ex-prefeito de Vereda, Adalberto da Rocha Nonato  (DEM), da ex-primeira dama, Morizarle Souza Ferreira Nonato, do ex-secretário de Educação, Adilson dos Anjos Rocha, do ex-secretário de finanças de Vereda, Jacques James Ronacher Passos por desvio de verbas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

O MPF estima que mais de uma tonelada de alimentos tenham sido desviados da rede pública municipal através de um contrato de fornecimento de gêneros alimentícios para a merenda escolar. A empresa que operou o suposto esquema de desvio é a Mercearia Avelar de propriedade de Edgar Pereira Avelar localizada no município de Itanhém.

De acordo com o MPF, a licitação que contratou a Mercearia Avelar foi simulada, com a prática de atos forjados e fraude na licitação. O ex-prefeito e os demais envolvidos são acusados  de falsidade ideológica, uma vez que foi constatado o uso de documentos de duas empresas que não participaram da licitação.

Conforme documentos publicados pelo site Opinião Pública, Adalberto Nonato na condição de prefeito de Vereda participou da fraude e Adilson dos Anjos, secretário de Educação e membro da Comissão de Licitação, Jacques Ronacher e Morizarle Nonato, que atuaram como membros da Comissão de Licitação na época.

Na época Jacques era também secretário de Finanças de Vereda e efetuou os pagamentos do contrato.

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *